Tempo, tempo, tempo, tempo...

domingo, 8 de maio de 2011

Pero sin perder la ternura...


José Saramago


"Se tens um coração de ferro, bom proveito: o meu, fizeram-no de carne, e sangra todos os dias." 

Um comentário:

Diva disse...

Bem profundo... Grande poeta!