Tempo, tempo, tempo, tempo...

terça-feira, 4 de maio de 2010

Pero sin perder la ternura jamás...

Douglas MacArthur ( comandante militar norte-americano ) foi considerado um dos maiores herois do Corpo Expedicionário do Exército Norte Americano. Portador de uma personalidade muito forte, sua frase resume bem o seu perfil "Eles podem ter a garrafa, mas a rolha sou eu quem a tem". Embora tendo sido um homem guerreiro, bravo, duro, MacArthur escreveu lindas mensagens que apontam o perfil de um homem sensível às pequenas coisas. Um de seus mais belos escritos ( dos que conheço, claro! ) é este que ora apresento-lhes...
ORAÇÃO DE UM PAI
Dá-me, ó Senhor, um filho que seja o bastante forte para saber quando é fraco e o bastante valoroso para enfrentar-se consigo mesmo quando sentir medo; um filho que seja orgulhoso e inflexível na derrota honrada, e humilde e magnânimo na vitória.
Dá-me um filho que nunca use a espada em vão; um filho que saiba conhecer-te a ti... e conhecer-se a si mesmo, que é a pedra fundamental de todo conhecimento. Que ele siga, não o caminho cômodo e fácil, mas o caminho áspero, onde se encontram as dificuldades e os homens retos. Dá-me um filho cujo coração seja bom, cujos ideais sejam altos; um filho que se domine a si mesmo antes que pretenda dominar os demais; um filho que aprenda a rir, mas que também saiba chorar. Um filho que avance firme para o futuro sem olvidar o passado. E depois que lhe tenhas dado tudo isso, dota-o de suficiente reserva de bom humor, para que possa ser sempre sério embora não tome a si mesmo demasiadamente a sério. Dá-lhe humildade, Senhor, para que possa recordar sempre a ideal simplicidade da verdadeira sabedoria, a mansidão da verdadeira força. Então eu, seu pai, me atreverei a murmurar: não tenho vivido em vão, Meu Deus!

2 comentários:

Fábio disse...

Olá gostaria de convidá-lo a conhecer meu trabalho através do blog Ecos do Teleco Teço (WWW.ECOSDOTELECOTECO.BLOGSPOT.COM) . Grande abraço e sucesso com sua proposta !! Axé

Enkantinho disse...

Não deixem de acessar o blog ECOSDOTELECOTECO... Puxa, quanta riqueza cultural! Vai lá também!